top of page

Bora de #zonaderally? Explorar esse universo paralelo apaixonante, competitivo e histórico

Atualizado: 3 de ago. de 2023

 

Do-nada, Rally virou uma necessidade.


Entender como, quem, quando, desde quando, onde, de que forma, com que carro, navegador, piloto, data.... eram todas as perguntas que ficavam na minha cabeça. Como uma criança curiosa.

Rally não é só um grupo de adventures que se reúnem uma vez por ano para um rolê nacional, beber cerveja e acelerar por aí. São muitos pilotos que encaram essa jornada como tom profissional e, mesmo quando pessoal, com muita dedicação em alto nível. É caro? É. Tênis é caro. Surfe é caro. F-1 é caro. Há muitos esportes acessíveis, outros nem tanto, mas isso não desmerece o mérito e o talento de ninguém. Entende? Trabalhar com esporte ensina respeito.

Eu cresci praticando ou consumindo esportes, me tornei jornalista esportiva porque amo esportes, o ambiente, a disciplina, o foco, a determinação, o bastidor. E não foi porque amo apenas o futebol, modalidade que me trouxe indescritíveis experiências profissionais, mas não exclusivas. E foi no automobilismo que eu comecei minhas paixões. Corria de Kart, tive um antigo Fapinha, espécie de mini buggie, e assistia ao Senna todas as manhãs. E isso foi definitivamente dolorido mas uma grande inspiração a minha vida toda. "Seja quem você for, qualquee classe social que voce tiver na vida, faca as coisas com muito amor e dedicacao que um dua vc chega la, Um dia vc chega la. "Senna Já cobri diversas modalidades, algumas a gente se encanta, outras cumpre com o dever. Mas, felizmente, quase sempre estive onde amei estar. O Sertões foi um presente de vida.


Apesar de jornalístico, esse material ainda vai ser muito sobre como eu senti que no brasil nos desperdiçamos a oportunidade de valorizar outras modalidades porque ficamos cegos com o futebol, e como o futebol nos suga e alimenta a hipocrisia social que experimentamos


O rally é um grito de liberdade, criatividade, ousadia para viver uma verdade. O Futebol me parece mentira. Não é como casamento que acaba, é família que a afasta. Futebol sempre será algo especial, mas o seu universo nao me encanta mais. E o rallly preencheu essa vontade de descobrir e contar, porque é pra isso que o jornalista sai da faculdade.


Para sabr contar histórias. Eu sou do rolê. Gosto de perrengue, de missão, de aventura, de esporte, competição, e toda essa ZONA que define qualquer esporte: a paixão. Ser rallyzeiro não é errado, talvez eu tenha me tornado uma, mas acontece que no rally existem os neymars, gabigol, arrascaetas, tem Brasil, França, Argentina, disputando minuto a minuto um título um troféu.


Eu não sei dizer ainda se amei mais o rally pela perspectiva profissional, ou pessoal, porque as duas juntas "sounds really good".


34 visualizações0 comentário

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page